2 de fevereiro de 2017

Aqui me assumo: sou uma vítima!

http://counterintuity.com/

Ehhh tantas soidades que eu vejo nesses olhinhos ramelosos!! Sei que andámos aqui a reprimir umas sensações mas hoje há direito a taberneira indignada. Ninguém aguenta tanto tempo na vida sem se aborrecer. Parece que estava atafulhada num tanque com o Bruno de Carvalho e o primeiro a voltar à tona pagava a cláusula de rescisão ao JJ. Agora é só deixar fluir.
Refastelem-se que isto é capaz de ser doloroso. Muita coisa entalada, porra.
Assim para entrar logo a matar, falemos dos detergentes que têm um rótulo lindo a dizer "Adeus separar!" roupas na máquina! Já recebi emails de príncipes árabes que me queriam desflorar e nem a desilusão de perceber que era virus me doeu tanto como ficar com toda uma nova gama de roupa cinzenta! E atentem que não me deu a veneta e juntei preto, branco e encarnado, não senhor! Juntei cinza claro, branco e um rosa apaneleirado. O que é que se sucede? Tudo cor de asno!!
Já comprei detergentes muita reles e a coisa nunca tendeu para a catástrofe como com esta marca XPTO que prometia mais facilidades na hora de lavar. Mais facilidades o tanas!
Agora tenho a certeza que metade da minha roupa combina. Claro! Está tudo com um ar miserável à espera do eterno descanso. Que Deus lhes dê o que for melhor para elas... 

Depois podemos falar das mudanças horríveis da vida. Falemos de TPM. 
Eu só comecei a sentir os efeitos das hormonas bem tarde, acho que já tinha terminado a minha muy nobre licenciatura e tudo. Tudo muito lindo, começava a sentir-me amuadissa mas assim que me apercebia que era inflacionado pela bicheza, dava a volta ao prego e regressava à boa disposição habitual.
Hoje? Minhas camaradas de gosto duvidoso, hoje estou intragável. Já me passou pela cabeça que os meus pais andem a chorar em segredo lágrimas de sangue todas as noites por terem concebido e criado um ser tão imprestável. Hoje de manhã olhei para o espelho e tinha mais 6 kg do que quando me fui deitar ontem à noitinha. Esta carinha merecia o prémio de Miss Degredo Universal e se pedisse perdão a toda a gente que me olha de frente não era assim tão mal pensado.
Gostava de caber num saco do lixo e me deslocar para o escritório só com dois buraquinhos para os olhos. Aliás, hoje devíamos trabalhar às escuras!! Vou propor isto em sede de Administração!
A luz está pela hora da morte portanto com jeitinho ainda ganhava o prémio de empregado (imprestável) do mês. Pá, agora quase que vi a luz ao fundo do túnel... Era um relâmpago. Estão a chover picaretas no Algarve. É a sorte. "No Algarve é verão o ano todo", dizem eles. Com certeza. 

Agora para acabar com a converseta eu até podia espetar em cima do balcão o pânico que estou a sentir por ter de dar 3 (três, minha canalha!) formações a técnicos a cerca de algo que eles dominam melhor que eu. Estão a ver o que é irem ensinar os japoneses a comer com pauzinhos?! Pronto, a minha mais recente mágoa é essa. Mas não chafurdemos no assunto ou eu ainda me enfio mesmo num saco de plástico e fico à espera que passe.

Cordiais cumprimentos,
A taberneira cá do sítio.

Sem comentários:

Enviar um comentário