21 de dezembro de 2016

Os meus 3 indispensáveis para uma makeup perfeita!



Penso que tal como todas nós, comecei a desbravar caminho na maquilhagem por curiosidade. Olhava para o espelho via, para além de borbulhas e pontos negros um pouco por toda a cara, umas olheiras que impunham respeito. Ainda hoje cá estão que eu não sou dessas que usa e deita fora. Comecei a querer experimentar a tapar esta tralha toda a ver se ficava um ser respirante mais aprazível à vista, não é verdade?
Claro que apliquei muita base com os dedos, que até perceber qual o meu tom e sub tom e sobre tom e tudo tom foi uma carga de trabalhos, mas acho que a coisa hoje está mais ou menos controlada. Bom, não vamos já atirar os foguetes…
Portanto, se for sair de casa a saber que vou encontrar alguém com um coração sensível, ou que deixa o meu com tiques nervosos não há como não preparar a pele! É o meu essencial.
Gosto muito de batons, como todas vós, e também é verdade que saio várias vezes de cara lavada, mas sempre que quero ter um aspeto airoso é pele. Sempre pele.
Portanto é Natal, altura de dar e essas cenas, decidi partilhar convosco aquilo que NUNCA muda na minha rotina de maquilhagem. Máscaras de pestanas são um mundo e blushes há mais que muito, mas uma boa base e corretor é para a vida. Ou quase!
Estes são os meus três que não dispenso: Primer alisante matificante da Sephora, Base Born This Way da Too Faced e Corretor Double Wear da Estée Lauder.

14 de dezembro de 2016

Xmas Wishlist

Nesta família somos todos um bocadinho pragmáticos, o que normalmente rouba aquele charme ao momento de distribuir bens de milésima necessidade à volta da lareira. 
Os pais dão dinheiro e com alguns parentes já combinamos não oferecer nada e com o plafond que havíamos de gastar em lembrancinhas (contei-vos um episódio infeliz aqui) investirmos em algo pra nós mesmos. Alguns acharão que tira piada ao Natal, para nós permite que nos foquemos na companhia E NA COMIDA! ahahah 
Por isso, de cada vez que enfio o nariz numa loja e vejo algo que me saberia a pato não ter de comprar reservo na gavetinha "para-o-caso-de-alguém-querer-ideias" e rezo pelo melhor.
As coisinhas que vêem acima não são básicos, não são indispensáveis mas iam encher estes olhinhos de lágrimas de emoção se chegassem a estas mãos em regime de oferecido ahahah
Vejamos:

12 de dezembro de 2016

Os dois melhores truques para fazer boas compras!


Ao que parece já só se fala de compras por aqui, mesmo que sejam modestas. E só para ajudar à festa o próximo post será a minha wishlist de natal. Se a taberneira sabe disto temos o caldinho todo entornado mas vamos lá ver... 
Bom mas isto de fazer umas comprinhas é muito giro mas cair em tentação e fazer más ou parvas compras é a coisa mais fácil desta vida. As duas coisas que eu tento ter sempre na cabeça são um clássico mas não faz mal a ninguém relembrar, não é verdade? Então siga pra bingo que é segunda-feira e não há tempo pra grande converseta!

6 de dezembro de 2016

New In : Black Friday!

Dado o fim de semana tenebroso que tivemos por cá, com a bênção de podermos desfrutar de manhãs e tardes com pouquíssima luz, fiquem sabendo que esta foto foi tirada na marquise. Em cima do estendal. Os esforços que se fazem na vida!

Pois, eu achei que só ia conseguir fazer este post lá para Fevereiro dado que sou uma moça dada ao tecnológico e na ansiada Black Friday fiquei no conforto do lar enquanto despachava os meus desejos consumistas online. Não comprei muita coisa, é verdade, mas já me conheço e sei que ultrapasso sempre o plafond de presentes de natal, então fui com jeitinho pra não aleijar a assustadiça da minha conta bancária.

1 de dezembro de 2016

[Aldo] A mala que todas nós devíamos ter!


Esta foi a minha compra mais ou menos impulsiva da Black Friday. Não pensava comprar bolsas nesta época mas quando, num deslize dos diabos, me lembrei de ir ver se a Aldo ia ter descontos soube que estava o caldo entornado. À meia noite vi-a, namorei-a mais uma vez e pensei que se de manhã continuasse a achar que era boa ideia, então tinha mesmo que ser. Pois que sonhei com o raio da mala a noite inteira! De manhã lá fui eu alegre despachar o assunto e consumar o amor!

29 de novembro de 2016

Os mais típicos dramas de Natal!

http://www.cartoonbrew.com/

Estamos a entrar no mês mais festivo do ano, já houve quem aproveitasse a Black Friday e a Cyber Monday para despachar umas prendinhas de Natal e eu estou aqui sentada, feita mono, a olhar para o pc.
Não me interpretem mal, adoro o Natal, mas esta época traz sempre stress e com o passar das primaveras, no meu caso passa de nervoso miudinho a revirar de olhos. 
Fiz uma pesquisa intensiva (ou então vou escrever conforme me vier à cabecinha) sobre os três maiores dramas que muitas pessoas vivem nos dias que antecedem o Natal.

18 de novembro de 2016

Um txim txim aos amores leves!



Hoje este vosso bichinho arraçado vai meter-se por caminhos apertados. Vai atafulhar-se nesse pantanal que é o assunto do coração. 
Há-de ser complicado falar de uma coisa que não se tem mas estou em fraqueza, já me adormeceram as pontas dos dedos e apetece-me falar sobre isto. Ora sentem-se que as bicas e os pastéis de nata com 3 dias não tardam a ser servidos.

16 de novembro de 2016

Double Wear Concealer by Estée Lauder




Com a chegada anunciada do frio e com os nossos lindos rostos a ficar mais e mais pálidos, não há como não renovar produtos na nossa mesinha de maquilhagem. Já que temos de adquirir cores mais claras, aproveitamos e até testamos novos produtos, não é verdade? 
Pois bem, estava super inclinada para comprar o Pro Longwear Concealer da MAC já que o Studio Finish (falei dele aqui) tinha sido uma boa aposta para o verão e para o estado da minha pele na altura. Só que estava a ser tudo demasiado fácil.

14 de novembro de 2016

Texturas!

Perdoem-me a dobrinha na camisa, ok? Mas era isso ou não dar sinal de vida hoje... O meu coraçãozinho espera que prefiram assim do que nada :)

Sigo mais youtubers que bloggers e passo algum tempo a navegar por entre conteúdos de moda, lifestyle e beleza, no entanto é difícil deixar-me inspirar à séria. E quando falo de inspiração à séria, falo de querer fazer aquela conjugação de cores ou materiais para ontem.
Gosto muito de ver como tudo funciona e a médio-longo prazo as coisas que me foram ficando na cabeça ajudam (muuuito!) na hora de ir às compras ou de conjugar a meia dúzia de peças de que ainda gosto do ano anterior.

9 de novembro de 2016

Tirem-me do volante que eu faço uma desgraça!!!



Quer-me parecer que o que vou dizer daqui para a frente não vai deixar ninguém surpreso.
Tenho zero paciência para trânsito. Pasmem-se! Nadinha, nicles. 
Aposto um presunto com quem quiser em como tenho uma trombose antes dos 30 e à pala do desconsolo desgraçado é conduzir em hora de ponta.
Se no outro dia disse que gostava de abolir o desgosto, hoje juro aqui a pés juntos que as pessoas que em Faro estão a dar passagem ao senhor Abílio que está a sair da garagem em Guimarães merecem ficar fechadas numa salinha escura com uma iguana e a música da Maria Leal sempre a dar-lhe.

7 de novembro de 2016

The Game of Socks!


Desde sexta-feira que ando a falecer de frio, pelo que me apraz dizer que está mais que declarada aberta a Época da Meias, Collants e filhos limitada!
Ando especialmente mudada nos últimos tempos e apetecem-me muito mais saias e vestidos do que calças. É fixe, dá para desenjoar dos looks sempre iguais. Graças a Deus tenho criado uma gavetinha de meias muito bem composta. Aliás, comparando com tudo o resto no meu armário, estou melhor apetrechada de collants do que de tudo o resto. Simplesmente não consigo resistir e em tempos tive 4 meias para cada vestido ou saia ahaha 
Tenho-as em imensos feitios e cores e, já que não sou a rainha da noite no que toca a acessórios, gosto muito de brincar com esta peça que pode trazer logo uma energia diferente, mudar o estilo, acrescentar informação. Enfim, se há pessoa que não entra numa Calzedonia porque sabe que deixa lá o ordenado, sou eu. Assim que entro já está tudo perdido. O "vim só dar uma vista de olhos" não pega.
Desse lado, quem adora meias? Não me deixem sozinha no mundo, se faz favor!

MariaDaniela

4 de novembro de 2016

Ser taberneira também é ser vítima (e eu sabia)!


Eu sabia que assim que servisse a primeira sande de coiratos que a coisa ia mudar. 

Esta grande (enormíssima) ação de altruismo (já começo forte nas palavras finas) traz sempre coladinha a si o olhar de esguelha de outras gentes. Quando uma pessoa se decide a dedicar-se a part time a um novo estabelecimento que não é aquele que nos paga o ordenado, existe sempre uma linguinha afiada pronta a esquartejar as carnes.

2 de novembro de 2016

New In : Makeup!


Se há coisa de que não se fala muito por aqui é de maquilhagem. Sendo apreciadora, não coleciono produtos, não compro pela embalagem e muito menos para ficar bonito no toucador (ou, mais grave, para dizer que tenho). Ainda assim, lá muito de vez em quando temos que ir renovando produtos e experimentando coisas novas. Confesso que a maquilhagem não me puxa pela carteira e vou tentando encontrar bons produtos a um preço que não me ponha a alface e atum o mês inteiro. Bom, chega de converseta e vamos lá ver as mais recentes chegadas ao meu cantinho de maquilhagem!

31 de outubro de 2016

As lojas estão a encolher-me!


Levantai-vos todas que o momento é solene, faxavor. 
Pois que, assim muito sem querer, muito sorrateiramente, as lojas me andam a encolher. 
Este fim-de-semana que se passou, este humaninho gordo foi gastar o que sobrava do plafond para o mês num trapinho e eis senão quando começa toda uma aventura a assemelhar-se à casa dos horrores aqui da feira de Santa Iria. 

26 de outubro de 2016

Os Desgostos de Amor deviam falecer (ou virar comida)!


http://340print.com 
Se me dessem um mandozinho nesta vida, se pudesse mudar alguma coisa tipo o valor do IMI ou o facto de a melhor comida ter mais calorias do que eu tenho expectativas no futuro, sem pensar muito, eu arriscava-me a abolir o Desgosto.
O desgosto é mais irritante que a mãe que começa a aspirar a casa às 7h no sábado. Mais cansativo que aquela prof de Matemática que sente que vocês odeiam tudo o que é número e então só vos faz 37 perguntas durante a aula. Mais desnecessário do que isso de ter de trocar dinheiro por bacon.

24 de outubro de 2016

Trazer calor aos dias frios!

Estamos na segunda fase bipolar do ano. As estações intermédias têm o dom de aglomerar em si o vento nórdico de manhã e a calmaria de verão à hora de almoço. Então temos de andar sempre em cima da ocorrência e, mais que tudo, precavidas.
Para além disso, nesta fase de transição sentimos sempre que temos de nos despedir de algumas peças que adoramos e que terão de enfrentar a escuridão do armário por vários meses.
Pensando nestes dois aspetos, achei que vos devia relembrar de que há formas e formas de usarmos as nossas roupinhas preferidas sempre adequando o outfit à ocasião e à temperatura.

19 de outubro de 2016

Já não é tendência. E agora?!

Não há como evitar. Todas temos várias peças no nosso armário que já foram a granda cena há alguns anos e que agora foram esquecidas pelas marcas. Assim de repente lembrei-me dos exemplos acima. As fivelas enormes nos cintos, os vestidinhos assimétricos, ultimamente os kimono e as parkas com mangas a imitar pele. Esta temporada não se vê nada disso. Então o que havemos de fazer à nossa vida?! Maria Daniela não traz o sentido da vida mas traz umas ideias, que vai dar quase ao mesmo!

17 de outubro de 2016

As minhas ondas imperfeitas [truques simples]

Antes de mais, o meu pedido de desculpas pela qualidade das fotos. De facto, fazer tudo sozinha implica um certo tiro no escuro e só no fim se vislumbra se temos material decente ou não para trabalhar. Por outro lado, a última foto, a do resultado final, já teve de levar flash porque anoiteceu bem rápido. Lamento. De qualquer forma não teria outro dia para criar este post, portanto fica a intenção. 

Desde que voltei a cortar o cabelo para um tamanho médio sabia que ia dar muito mais uso ao meu modelador. Andava tristonho a um canto a gozar da sua velhice (penso que o comprei em 2010, embora ainda se mantenha à venda aqui) mas o tempo de sossego tem agora os dias contados.
Não sou das eternas inconformadas que adorava ter o cabelo aos caracóis ou loiro ou carapinha. Gosto do meu cabelo assim liso mas de vez em quando é preciso mexer no assunto!

Então, nos dias em que me sinto com tempo e paciência (Primeira cena: as bloggers e youtubers que dizem que é rápido e divertido... Pá, não. Parem de mentir ao povo!) pego no modelador e nos três essenciais de cabelo para este tipo de penteado: protetor de calor, mousse e laca de fixação forte.

(não vos indico o spray de proteção térmica porque ainda está em fase de testes)

14 de outubro de 2016

Não são as peças, é o estilo.



Quando comecei este blog achei que até teria possibilidade de fotografar looks e inspirar alguém. Com o passar do tempo apercebi-me que para inspirar alguém teria de fazer algo de diferente. O facto é que não fazia. Nem faço.
Como podem ver acima, estes foram os outfits que usei esta semana. Nada de extraordinário. 
A minha busca pela minha identidade continua. Ou melhor, a forma de expressar a minha identidade através da roupa. Bem, nem sei. Mas do meu ponto de vista há 3 coisas que precisamos de saber antes de termos a certeza que estamos a expressar o nosso "eu" através dos trapinhos.

12 de outubro de 2016

É preciso desabafar sobre isto #3

- A fotografia mais gira fica sempre estragada!
Não me venham dizer que não acontece convosco que eu passo-me já da marmita e atiro-me ao chão! Seja uma selfie ou a foto da chegada ao pico do Everest, uma pessoa esforça-se para não parecer um ogre e quando sabe já está. Olhos fechados, trombas, boca aberta, um espirro a caminho, eu consigo juntar tudo numa só. Não imaginam a quantidade de posts que já pensei e alinhavei, tirei fotos, olhei por alto a achar que tinha ali material de qualidade e vai-se a ver nem uma se safa na triagem. Entretanto fico sem luz natural, sem bateria e sem vontade de viver.
Já não sou o baleote mais fotogénico do mundo e se a isso ainda juntarmos uma meia dúzia de fotografias queimadas pela luminosidade, temos ouro sobre azul. 
Então de cada vez que uma foto fica boa (numa série de 57), é mesmo essa que vai para o facebook, linkedin, instagram, cartão de cidadão, tudo!
Não me digam que nunca fizeram o mesmo!?


10 de outubro de 2016

Vieram e ficaram!

Chegada a estação que traz de volta as roupinhas amorosas e quentes, é altura de ir revirar tudo o que é invernal no nosso armário e ver o que nos faz falta comprar.
A óptima notícia é que além de novas tendências e a reciclagem de outras tantas, há estilos que se vão manter este ano connosco. Falemos dos nossos pezinhos que precisam de se ir despedindo das sandálias.
Para não criar suspense e hoje é segunda-feira, portanto muitos corações desse lado já devem estar em sofrimento desde que o despertador tocou, tenho a dizer-vos que as sabrinas com atilhos/tiras e as botas over the knee não precisam de ficar na escuridão, abandonadas.
Sei que não será novidade para nenhuma de vós mas é sempre bom relembrar que duas das maiores tendências do passado continuarão super em voga doravante.
Se, como eu, calçaram tudo e mais alguma coisa e acabaram por não aderir a uma (ou ambas) ficam aqui algumas ideias das nossas lojas favoritas.










Um beijo,
MariaDaniela

5 de outubro de 2016

Faz-se assim porque sempre se fez assim...


Vocês sabem que eu ando sempre arreliada. Vivo sempre nas tormentas de quaise tudo me fazer confusão. Se calhar ando a sair pouco de casa.
Depois isto é coisa que já se me nasceu cá dentro. Passei a juventude com o chocolate de leite e o "Porquê?" na boca. Quando fui tirar a carta de condução, numa aula perguntei o motivo de uma certa regra e foi-me dada a resposta com a qualidade de um pão de 4 dias: É assim porque é. Fiquei capaz de o picar e fazer chouriças com aquela xixa tão pouco sabida. Livra!

3 de outubro de 2016

A preparar os dias frios [mini haul]


Só se fala de Outono aqui. Eu sei que estão a revirar os olhos porque já não me podem ouvir com isto.
Isto hoje é conversinha rápida. Só para vos mostrar que não sou só garganta! 
A saia de napa. Comprei esta menina na Asos para me estrear nesta loja online e devo dizer que adorei o serviço, a rapidez, tudo. Sempre gostei muito destes tons de vinho porque é a minha eterna cor de Inverno e combina com uma data de outros tons. Podem encontrá-la aqui.
As botas da Zara já queria desde que lhes pus a vista em cima. Estão aqui e têm tudo para andar comigo quaaase dia-sim-dia-sim. O tom neutro e o salto médio tornam-las muito versáteis e acho que foi uma óptima aposta.
Por fim, as cigarette. As calças que são um básico no meu armário e têm de ser renovadas ora porque alargam naturalmente ora porque perdem a cor, enfim. Fora os jeans são as calças em que me sinto mais confortável. Adoro!

 O que já compraram a pensar nos dias mais frios? Quero saber tudinho!

Boa semana,
MariaDaniela

29 de setembro de 2016

A lycra está pela hora da morte!

greatist.com

Ele há coisas do diabo. É a crise do petróleo, a extinção do urso panda e o preço da lycra. 
Nos meus tempos de moça nova, o que não faltava era tops e calças de lycra nas feiras a desafiar o sistema circulatório das pessoas mais saudáveis. Era em cores berrantes e em preto, pró menino e prá menina, havia de todo o estilo a 5€ a peça.
Os tempos mudaram (sempre para pior, camaradas, sempre para pior...) e agora, ao que parece, calcinha de lycra é artigo de luxo. Acima de pele genuína, arrisco-me aqui a dizer!

27 de setembro de 2016

O meu Kit de Outono em 4 peças

Agora que o vento já é uma constante na nossa vida, que já voltámos ao trabalho/faculdade, é bom que o Outono se assuma, saia do armário de uma vez e grite com o seu sotaque do Brasil "Chegueei!".
Eu que ando impando (ou, numa linguagem acessível a todos, a sofrer) pelos tempos mais outonais tenho uma série de looks na minha cabeça à espera para poderem sair. E anda tudo à volta do mesmo.
Aliás, assim de repente só quero isto:

23 de setembro de 2016

Os looks de transição mais cool do Google+

Há 3 séculos, a ferramenta intuitiva para quem procurava inspiração nos mais diversos aspectos era o Pinterest. Penso que nem havia muito por onde escolher. Inseria-se os termos a pesquisar e era-se submerso num mundo de dicas e exemplos dos mais criativos aos mais conservadores.
Hoje, de cada vez que preciso de ideias para fritar um ovo ou para conjugar um blazer verde alface, pego em mim e concentro as minhas atenções no Google+.
O Google+ funciona por grupos, ou comunidades, que abrangem todos os temas com mais ou menos especificidade. Foi a partir desta plataforma que conheci imensos blogs internacionais que hoje sigo com regularidade.
Então, e porque o vento frescote que se faz sentir em terras alentejanas não me deixa tirar o foco dos looks de transição, resolvi pegar em meia dúzia dos mais atuais que encontro nos grupos em que estou inserida e partilhá-los com vossas excelências!

21 de setembro de 2016

Sangue de Maricas em mim?! Tal é isso!!?

 revistaladoa.com.br

O mundo tem avançado a uma velocidade que uma pessoa nem sempre dá acompanhado. Parece que vai em quinta, ladeira abaixo. 
Estava aqui entretida nos meus afazeres quando pousei o saco de ossos num banquito velho e comecei a desfolhar o jornal com o entusiasmo de um amante de moda num concerto da Ana Malhoa. 
Desafiei-me somente a ler as letras gordas mas falhei. E porra que falhei logo nas primeiras folharascas. Dizia então que os Gays já podem dar sangue à malta. Fiquei estupefacta com isto. Ainda mais quando consegui escrever "estupefacta" à primeira.

20 de setembro de 2016

A Promessa.

Porque ficou prometido no post anterior...

Foto sem qualquer edição, nem manhas, nem desfoque, nem branqueamentos,...

19 de setembro de 2016

Time to shine, again!

As coisas nem sempre são o que parecem. As miúdas de feitio gelado como eu gostam de parecer um poço de segurança mas se calhar são mais os truques de ilusionismo que efetivamente a confiança em si mesmas.
Para além da postura, da forma de vestir e abordar as pessoas, o meu cabelo também diz imenso sobre mim, embora seja tímido.
Já me fartei de dizer que tenho tido sempre o cabelo comprido, apenas lhe dei um corte à séria em setembro de 2014. Os meus longos fios nem sempre foram/são uma vaidade, um elemento a exibir com orgulho. Muitas vezes andamos longe disso.
Sempre vi o meu cabelo como uma forma de esconder o meu corpo com tudo aquilo que posso e não posso mudar nele. É como que um aconchego, algo que me protege, que me disfarça.
Só que não consigo esquecer o quão feliz fui com o meu lob. Como me sentia fresca, elegante, sofisticada. O cabelo foi crescendo e o medo de voltar a arriscar também.

16 de setembro de 2016

You simply can't.

Uma das frases que mais tem definido a minha vida.
Porque não podemos continuar a rodopiar nos braços do diabo e esperar resultados diferentes daqueles que tivemos ontem, antes de ontem, ...
Não podemos esperar que a música mude, que o som aumente até deixarmos de ouvir, que o perigo, a excitação e o delicioso desconforto tragam a serenidade que tanto procuramos. 
É preciso escolher. É preciso abdicar. E quantas vezes o inferno se fez confundir com o paraíso? 
O que nos sabe bem no momento pode não ser (muitas vezes não é!) aquilo que nos fará bem amanhã, durante um ano ou durante dez. 
Por isso, devemos sempre decidir. Devo manter-me a dançar com o diabo ou talvez mereça o céu?



(quem não entender metáforas vai achar com certeza que eu sou maluquinha, mas é um risco que se corre todos os dias!!)


Um beijo,
MariaDaniela

14 de setembro de 2016

Atentem nisto!


Existem problemas graves no mundo e eu vou ver quantos me surgem para debater neste post.
Neste momento só tenho em mente mas a coisa com certeza que vai já desenvolver.
Pois bem,

FIRST FIRST WORLD PROBLEM:

     aqui  ,  aqui  ,  aqui ,  aqui

12 de setembro de 2016

O aconchego do Outono

Será que vai caber?

Com o início avançado de Setembro, a nova coleção a espalhar charme pelas montras, o regresso às aulas já não há como evitar a chegada do Outono.
Adoro o Verão e se há coisa que me relaxa a alminha toda é ir à praia, mas não há como evitar: sou miúda de estações intermédias. Gosto de sair de casa qual girassol a virar sempre o rosto para os raios de luz mas de ir acompanhada de um casaco, de uns sapatos talvez mais fechados, só na eventualidade, entendem?

9 de setembro de 2016

Leva a tua Lingerie para a rua!



Sei que não vos trago nenhuma novidade. As lojas estão cheias deste tipo de peças e as nossas bloggers favoritas já têm feito imensos conjuntos utilizando esta super tendência.
A peças com inspiração na nossa lingerie estão por todo o lado e quem não apostar numa este outono é um ovo podre! Bom, nem tanto, mas a verdade é que tanto os tops de cetim e renda como os vestidos na mesma composição são uma it piece e é super fácil adaptá-los ao nosso dia-a-dia, seja ele um pouco mais formal ou mais descontraído.

7 de setembro de 2016

[Michael Kors] A minha primeira bolsa de designer!


Era um objetivo para este ano. Se calhar o objetivo mais consumista de todos. 
Para 2016, propus-me a endireitar o sorriso, a ter uma vida mais ativa e mais saudável e entre outras coisas a ter a minha primeira bolsa de designer. 
Sabia à partida que seria uma Michael Kors porque, por norma, gosto da maioria dos modelos e que aliada a uma qualidade inquestionável o preço não é dos mais elevados que se praticam por aí.

5 de setembro de 2016

Vitamin Sea!


Escrevo-vos domingo, por volta da hora de almoço, com o sentimento de que já as férias terminaram. 
Amanhã (ou hoje!) há regresso ao trabalho. Como sou uma miúda abençoada não estou minimamente aborrecida, com stress pós férias ou qualquer mariquice do género. Aliás, voltei para Faro na sexta-feira e tratei de ir buscar o pc portátil ao edifício para me inteirar do que tinha acontecido na minha ausência. Não sou workaholic mas gosto do que faço. Não me custa.

24 de agosto de 2016

Bold Winter!



Impossível não andar já de olho na nova coleção. Fica difícil não imaginar uma brisa mais fresca enquanto não estamos preparadas para dizer adeus ao verão.
Eu, que sou viciada em fazer planos, já tenho uma longa lista de desejos a concretizar na próxima estação. As lojas estão cheias de coisas giras e para aquelas peças que ainda só eu idealizei na minha cabeça é manter a esperança de as encontrar seja onde for.

22 de agosto de 2016

O essencial.


E por fim, chegaram as minhas férias. Não sinto que o meu trabalho seja exigente o suficiente para já merecer dias de descanso, no entanto a qualidade dos últimos acontecimentos fazem-me desejar muito uns dias fora do mundo real.
Já rumei ao Alentejo e sei que será mais o tempo ocupado com as mais diversas tarefas do que aquele em que me permito desligar na praia.
De qualquer forma, e para quebrar com a linha mais certinha que tenho que seguir no trabalho, estes serão dias de muito padrão e trapinhos esvoaçantes. Óculos de sol e protetor solar sempre comigo porque nesta região há sempre uma brisa fresca que parece inofensiva mas é quase sempre ela que me traz o bronzeado de pedreiro. 
É também altura de ler. Desleixo-me completamente durante o ano e se há oportunidade para enriquecer vocabulário e viajar um bocadinho é aqui, com as páginas cheias que alguém escreveu. 
Tenho ideias cimentadas do que quero trazer por cá no próximo mês e por diante mas agora só preciso de sossegar para começar a criar.

 Um beijo,
MariaDaniela

16 de agosto de 2016

Três dias.



Há anos vi um episódio de uma série ou um filme (alguma dessas cenas em que as pessoas são cool e falam estrangeiro) em que se discutia o tempo que o nosso cérebro demora a adaptar-se à mudança.
Na história, dava-se o exemplo de o mundo ficar às escuras ou de pernas para o ar (metaforicamente) mas acho que não é preciso fantasiar muito para que nos lembremos de uma ou outra vez em que estivemos perdidas perante um mundo que girou depressa demais.

12 de agosto de 2016

Salty Hair. I Care.



Tento a todo o custo usar o menor número possível de produtos no meu cabelo. Ele costuma crescer sem problemas e se o corto de 6 em 6 meses é mais para ajeitar o styling que para o reparar de danos.
Só que não vivo numa bolha longe de todos os males, não é?
Para além de praia e piscina, a simples exposição solar já danifica os nossos fios. Tanto no Alentejo como no Algarve vivo em zonas muito ventosas que para além de criarem nós quase junto à raiz ressecam muito o cabelo.
Então, não há hipótese, é hora de tratar, tratar, tratar. 
Numa passagem pel' O Boticário olhei para o óleo, testei e resolvi trazer para casa. Já na caixa cometi o erro de principiante de abrir o creme para cheirar. Vieram os dois, felizes!
Comecemos pelo princípio.

9 de agosto de 2016

O nosso ego é um "Perna Fina".

www.stack.com


Ontem à noite andei às voltas na cama, tal é a abafura dos dias que se passam por aqui, e cheguei a uma conclusão infeliz: quanto mais sólido o ego maior o medo da rejeição.

NOTA: se estão à espera de um texto motivacional em que eu escrevo "atirem-se, não têm nada a perder" de vinte maneiras diferentes, acabem a vossa meia de leite e dêem de frosques. Sabem que eu não ando há 67 anos nisto para espalhar a mariquice pelo mundo. Está dito.

3 de agosto de 2016

O dia em que acharam que eu queria saber

www.guysgirl.com


Faz-me comichão no céu da boca de cada vez que alguém pensa que eu lhe mandei uma indireta.
Sim, o tema de reflexão de hoje é sobre indiretas. Abram todos o manual na página 37. 

Então é o seguinte, esta vossa companhia nos dias de luta, dias de glória é péssima a ocultar verdades. Aliás, a ouvir a rapaziada desfiar conversa, e mesmo sem meter o bedelho, a minha rica carinha de boneca um bocado estragada da vida denuncia-me logo. São capazes de perceber a minha opinião pela sobrancelha levantada, pelo sorriso malandro ou pelos olhos arregalados. E não consigo fugir a isto. Nem para esconder a verdade da cara eu tenho capacidades, eu sinceramente não sei o que é que vocês ainda aí fazem desse lado... Moças, isto não dá para mais. Nem para fingir!

1 de agosto de 2016

Acessórios sem Prazo de Validade!

Muitas de vós que estão desse lado devem adoptar uma modalidade incrível na vida que é deixar a roupa das estações anteriores em casa dos pais e ter só na vossa aquela que se adequa aos dias que se vão passando. Eu estou convosco! E tem sido assim há tanto tempo que acho que se vir camisolas de malha em cima da gavetinha dos biquínis até fico nervosa. São coisas que raramente se cruzam, autênticos desconhecidos!
Mas bom, há coisas que estão sempre connosco em qualquer que seja a estação do ano, certo? As bolsas em tons neutros, os sapatos, mocassins, sabrinas que se adequam a mil situações, os colares e pulseiras minimalistas, os óculos de sol, enfim! Estão a rever-se um bocadinho, não é?
Seguem então algumas peças que estão pelas nossas lojas preferidas e que podemos usar toooodo o ano!

29 de julho de 2016

Favoritaços #3


Ou os felizes achados! 
Bem, por onde é que começamos? Os produtos que vos mostro hoje trouxeram toda uma nova luz à minha vida. Exagero e alegria por todo o lado! ahah 
Vejamos sem mais demoras.

27 de julho de 2016

Benefit It's Potent eye cream!



Acho que passamos a vida na busca daquele produto a que podemos recorrer sempre que é necessária uma aparência perfeita. 
Eu já encontrei uma boa base, um óptimo corretor, blushes que duram o dia todo. Pronto, não me posso queixar.
A questão é o tratamento da pele. Como já disse, estou bastante satisfeita com o meu corretor de olheiras, no entanto gostava de fazer alguma coisa por elas para que não fosse preciso o produto de cobertura mais elevada do mundo.
Na Sephora, uma colaboradora ao presenciar o meu aspeto sem maquilhagem deu-me uma amostra do It's Potent Eye Cream da Benefit que me permitiu testar o produto por mais de um mês and still counting. 
Guardei o produto no frigorífico, tal como a simpática rapariga me indicou, e esperei ver melhorias graduais. 

25 de julho de 2016

Medo de dentista?! Concordo e apoio!!!


pinterest.com

Se são moças dadas ao masoquismo e costumam passar os olhinhos pelo que eu escrevo, saberão que enveredei (sem retorno!) pelo caminho da correção estética das minhas favolas.
E isto levanta aqui um tema que urge ser abordado da forma mais séria e fidedigna, sem o mínimo exagero, que é o medo de dentistas.
Ora como vêem no título, Maria Daniela apoia o medo de dentistas!
Sim senhora. Este Homo mais-ou-menos Sapiens pouco evoluído sempre ignorou histórias terroríficas de dentistas que levavam o povo (pacientes, como gostam de nos chamar!) ao desespero, a olhar para o falecimento espontâneo como uma alternativa feliz. Até que.... 
Não é? Temos sempre uma história que começa alegre e vivaça mas que a certa altura lhe enfiamos o "até que". Este é o meu.

20 de julho de 2016

Facto: a saúde também melhora com a idade!



Pois então que é verdade.
E este é um texto de esperança a toda a gente que cresceu com algum probleminha e que se mentalizou que mais valia abraçar a tristeza e resignar-se a viver assim todos os dias da vida. 
SÓ QUE NÃO.

E eu vou partilhar maaaais um bocadinho da minha história porque isto é tudo muita lindo mas sem exemplos palpáveis (palpável, mas só o meu nariz!! vamos lá ver essas mãozinhas na perna! hum!) parece tudo muito utópico e sem conteúdo.

18 de julho de 2016

O que é que o medo já fez por ti?

Sim, pensa comigo.
O que é que já ganhaste por ter medo? Quão mais rápido, mais fácil, mais tranquilo foi o teu caminho por teres medo? Quantas vezes foste elogiada por ter medo?

Dizem-me que serei uma óptima trintona, que é aos trinta que as mulheres são mais interessantes, mais cativantes, mais sexy, mais sabidas. Mas aos trinta já terei mais medo do que tenho hoje. Tenho mais a perder, tenho mais pressão para fazer bem.
Hoje não se espera muito de mim, apenas alguns erros de percurso que se emendam com dedicação. Hoje não esperam que eu esteja casada, mãe de filhos e com emprego estável. Hoje não esperam que nunca me salte a tampa. Hoje sabem que vou chorar a ver a Dory e permitem-mo. Hoje posso tudo, por isso não vale a pena ter medo.

Porque o medo nos rouba tempo, oportunidades e momentos felizes. O medo amanhã tratará de nos colocar um peso pendurado ao pescoço chamado frustração. 

Temos medo que uma relação falhe, então nem nos metemos nela. Temos medo de não atingir os objetivos no curso de mandarim então nem nos inscrevemos. Temos medo de apanhar um escaldão então não saímos de casa. Não. 

É preciso é ir. Vai. E se der medo, vai com medo mas vai. Chama-lhe receio! Receio, recheio, torna-o estúpido. Veste-lhe umas leggins leopardo e um tutu cor-de-rosa. Não lhe ofereças o teu tempo! Não deixes que te morda os calcanhares. Vais querer tê-los perfeitinhos quando conquistares o mundo.


MariaDaniela

15 de julho de 2016

Precisas e não te lembras!



A preguiça, a falta de jeito, a falta de produtos adequados muitas vezes inibem-nos de estar no nosso melhor assim que saímos porta fora (sair porta fora! uau! querias o quê, mulher? sair porta dentro?).
No meu caso nem sempre será preguiça mas sim medo de experimentar, sair à rua e só eu achar que está aceitável, todo o mundo me vir como uma palhaça.
Mas bom, o que me inspirou hoje a escrever são coisas que se calhar nem todas usamos e na realidade faria toda a diferença no nosso aspeto.
Sigam nesta viagem alucinante comigo. Bom, alucinante não será. Olhem as expetativas, não estou a aguentar a pressão... Caraças...

- Iluminador !
www.totalmakeup.com.br

Esta carcaça velha que vos escreve deve ser bisneta de um panda. Pelinha pálida e dois murros constantes nos olhos. Aquele sex appeal. Passei muito tempo na busca do meu corretor (que, fiquem a saber, é este!) mas assim que me entreguei às mãos de profissionais encontrei a pólvora: corretor capaz de cobrir o caos e iluminador para dar aquele ar radiante de quem vive refém no Photoshop.
Não é preciso esfregar iluminador em todos os pontos de luz, sim esqueçam isso, com esta brisa do oriente vocês vão ganhar brilhos na mesma, estejam descansadas. Há demasiada gente a apostar em makeup tribal com o abuso do bronzeador e demasiada gente a querer dar a entender que fez uma máscara de óleo de fritar batatas antes de sair de casa tal é a quantidade de pó cintilante all over the face.
O que importa é dar luz à zona das olheiras devidamente corrigida e parecer que se passou a noite em conchinha com o Cristiano Ronaldo. Não sei, acho que é um bom exemplo de paz na Terra.
Eu uso o Prep+Prime Hightlighter da MAC e quando este acabar vou percorrer alegremente todo o mundo de iluminadores líquidos para esta área do rosto em específico! Fico entusiasmada só de pensar!


- Bold Lips !

Como sabem (não sabem? fogo, então atualizem já já aqui num instantinho!) há dias coloquei aparelho ortodôntico de alinhamento e achei que ia abandonar os vermelhos, os rosa chiclete, os lilás, os castanhos profundos, tudo na vida em forma de batom para não chamar a atenção para o meu sorriso metálico. Ora o que é que se sucede? Um dia estava no trabalho, fui à casa de banho e quando me deparei com o espelho achei que estava a ver aquilo que será o meu cadáver. No dia seguinte cheguei, alegre e fresca, com um cereja bem f*ck it para os ferrinhos e os elásticos!
É isso, a minha mãe costuma dizer que adora ver-me de lábios marcantes porque só isso já define todo o rosto, me torna mais luminosa. Nem parece dela, eu sei.
E a verdade é que um batom vibrante já nos dá um ar de quem se preocupou de manhã. Um ar polido, sofisticado, um pop de cor. Basta uma pele tratada, um batom chamativo e um bocadinho de máscara de pestanas e estamos prontas para conquistar o mundo!



- Sobrancelhas no ponto!

www.ukbeautyschools.co.uk

Antes de mais, um alerta. Se as vossas sobrancelhas têm um formato adequado ao vosso rosto, apenas precisam dos normais retoques NÃO DEIXEM que as hiper-mega-experts esteticistas e colaboradoras de Sephoras e outras que tais lhes alterem completamente a estrutura, a forma, o ângulo só porque sim, porque agora se usa com o formato XPTO. Não temos de ter todas sobrancelhas iguais, ok?
Adiante, a nossa feia e ranhosa Adriana que nos mostra coisas horripilantes aqui costuma falar com entusiasmo de sobrancelhas (até nos mostrou as dela aqui) e uma pessoa embrenha-se no assunto, não é verdade? Pois que faz muita diferença preencher as falhas de pelinhos e dar-lhes a definição que pudermos, para além de as mantermos sempre impecáveis sem meninos fora da linha! Comecei há pouco a explorar o assunto e, embora não lhe possa dizer isto diretamente para não dar parte fraca, já raramente saio de casa sem corrigir as minhas. Faz toooooda a diferença. É o tal ar arranjadinho que conseguimos em 10 segundos.


Como é que é? Fiz-vos abrir os olhos para algum destes assuntos? Claro, esperavam outra coisa!? Contem-me lá... O que é que vos anda a faltar para terem rostinho de boneca todas as manhãs?

Bom fim-de-semana!
MariaDaniela