30 de outubro de 2015

Haul Primor

Bem, pelo que já podem ter percebido, chegou a altura de fazer mudanças na minha vida.
Quando estou no Alentejo sou a maior desleixada do mundo, acredito até que quem se relaciona comigo no Algarve, se se cruzasse comigo aqui não me reconheceria.
Então, está na hora de voltar a abastecer os necessaires e adquirir os produtos todos que nos põem com um ar decente.

Estas compras no site da Primor surgiram porque a minha mãe vai a Lisboa visitar uns tios meus. A minha prima, mais nova, sempre que aqui vem a casa fica deliciada com a minha humilde colecção de maquilhagem, então decidi mandar-lhe uns pequenos miminhos para ela começar a testar e brincar com o assunto.


Optei pelos básicos. Não ia massacrar a miúda com sombras e bases (até porque ela tem uma pele perfeita! invejaaa!), então peguei em verniz, gloss e máscara. Não há como falhar.
O verniz é da Rimmel, uma marca que gosto muito, da coleção da Rita Ora na cor 270 Sweet Retreat, um rosa bem menina que fica bem em todos os tons de pele. 
Depois, um gloss da Makeup Revolution num rosa coral discreto mas muito bonito, a sua cor é a Natural Pink.
Por fim, uma máscara de pestanas, a Essence All eyes on me, à prova de água para evitar esborratar e que promete dar volume e alongamento. 
Optei por produtos baratinhos porque ela ainda não sabe muito bem daquilo que gosta e pode ser sempre dinheiro deitado à rua. Assim, o risco é menor e ela começa a ganhar tacto pelo assunto!



Aproveitei a encomenda e pedi algumas coisinhas para mim. Coisas mesmo essenciais e que podem até nem ter interesse nenhum para vocês, mas aqui vai:


Como podem ver, nada de loucuras. O primeiro mês de trabalho é sempre assim, não é?
Logo em primeiro, um anti transpirante e controlador de odores para pés. Desculpem se é demasiada informação. Comprei para o meu pai e como ele gostou comprei também para mim. No inverno sofro de suores frios nos pés. Quando mais frio estiver, mais os meus pés transpiram. É muito desconfortável e tenho de recorrer sempre a anti-transpirantes. Este é da Beauty Formulas.

Da mesma marca, fio dentário! Gosto de ter um em casa e outro sempre comigo na mala. No meu emprego há recorrentemente almoços antes ou após reuniões e na impossibilidade de lavar os dentes, ao menos evitamos vergonhas e passamos fio. Este é óptimo e cheia a menta!!

Como nunca pode faltar, um lápis de lábios. Gosto da cremosidade dos da Essence, da sua duração e desta cor maravilhosa! Essence Long Lasting Lipliner, na cor 07 Plum Cake.

Os vernizes foram a mando da minha mãe. Precisava de um vermelhão para os pés. Pedi também um rosa suave para as nossas mãozinhas. São os Color Show 60 seconds da Maybelline nas cores 262 Pink Boom e 15 Candy Apple.

Aqui raramente uso o secador de cabelo, mas para ir trabalhar o uso é diário. Então, pedi este protector de calor da Argan Oil, esperando que seja mais leve que o Unique One por exemplo, que no meu cabelo lhe rouba a vitalidade toda.

Um ambientador! Adoro estes produtos para ter pelos diferentes espaços da casa e este Mikado de chá verde piscou-me logo o olho! O cheiro é a maior delícia.

Por fim, o Pure Active Mat Control da Garnier. Gostei tanto do Desmaquilhante 3 em 1 que quis muito experimentar o hidratante. A sua consistência é em gel e é super fresco. Deve tornar-se um favorito, pelo que já experimentei.

A Primor mandou como miminho uma tesoura em aço inoxidável. A equipa é fantástica e trata sempre de nos brindar com alguma coisa. Não será certamente a útima compra que faço neste site. Adoro!

Um beijo,
MariaDaniela

28 de outubro de 2015

O meu cabelo é liso e fino. E agora? #3 - Mudanças de Corte

Já há muito que não falava deste assunto.
Ter o cabelo liso para mim é uma bênção. Sou preguiçosa por natureza e este tipo de cabelo é o mais fácil de trabalhar. Em poucos minutos estamos prontas e com bom ar.
No entanto, quando chega a altura de ir à tesoura há sempre aspectos que temos de ter em conta, tal como todos os outros tipos de fios. 
As franjas, por exemplo, acho que são um dos temas mais delicados para toda a gente. Para os cabelos ondulados ou com caracóis o drama é óbvio, para os cabelos lisos e fininhos ou pode apenas parecer uma amostra de franja (pelo pouco volume que cria) ou pode ficar oleosa antes de contarmos até 3. 
Mas não temos de nos resumir a dramas e viver a vida inteira com o mesmo corte.
Vou então contar-vos um pouco da minha história com o meu cabelo.

Pois bem, a única fase em que usei franja foi aqui:


Ahahahah, bem fora de brincadeiras. Comecemos pela altura em que era eu a escolher o corte que usava.

Sempre gostei do meu cabelo. O facto de ficar oleoso rapidamente não foi encarado como um problema porque sempre amei tomar banho. Durante muitos anos, usei o cabelo escadeado bem lá de cima. 


Aqui com 13-14 anos, com um dos cortes que mais gostava: cabelo médio a longo, totalmente escadeado e com uma franja comprida que dava movimento e dinamismo a todo o resto. 


Depois, todo o percurso universitário foi feito com o cabelo grande. No início mais forte e estruturado, depois mais liso e maleável. A foto acima já mostra um escadeado menos intenso, sem franja e com mais jeitos. Foi uma fase muito boa.


Após o primeiro estágio, em Outubro de 2014, fiz a minha primeira mudança a sério. Pedi um LOB à cabeleireira. Ela cortava 2 dedos de cabelo e perguntava "Queres subir mais? Tens a certeza?". Tinha a certeza e adorei! Sentia-me tão leve, elegante, fresca! 



Em abril deste ano dei-lhe um jeito nas pontas e um corte ligeiramente arredondado. Este é o aspeto dele hoje. Completamente escorrido. Há quem diga que é muito sem graça, eu digo que estou sempre pronta para um chá das 5 com a Rainha. 

Não o cortei após o verão porque tomei bem conta dele e ainda não apresenta sinais de danos. Se quiserem saber como o fiz, digam nos comentários.
Não tenho como costume pintar o cabelo pela mesma razão que apresentei acima: sou preguiçosa. Já pintei muitas vezes com aquelas tintas que saiem em 8 lavagens e apenas com essas. Odeio ver raízes.
O meu cabelo embora escuro, tem reflexos muito giros ao sol e é brilhante por si só. Por agora, não penso alterar isso.

Como vêem, é possível brincar um pouco com os nossos cabelos finos. Desculpem a qualidade das fotos, umas com a webcam, outras do scan, outras dos telemóveis ranhosos da altura. Espero que a mensagem tenha sido transmitida.

Um beijo,
MariaDaniela

26 de outubro de 2015

Carteiras de Inverno: As minhas mais-que-tudo.



Passei muitos anos a detestar malas pretas. Houve até várias alturas da minha vida em que não tinha uma única para amostra!
Achava que não tinham brilho, que não acrescentavam nada ao look, apenas o entristecia. 
Em Janeiro de 2013, num qualquer fim de semana em que vim ao Alentejo, a minha mala preferida (castanha, claro!) foi sequestrada pela minha mãe. De volta ao Algarve com carteira e afins na mão, parei no AquaShopping para resolver a situação e encontrei aquela que é minha apaixonada desde aí. 
A Mango tinha esta mala de verniz. Adorei o aspecto tão clássico e TINHA BRILHO!! 
Não pensei um segundo sequer e veio comigo. Gosto muito dela mesmo!

Entretanto na Primark, comprei esta. Já a doei. Foi uma pechincha mas faltava-lhe tudo para ser a minha cara e para me sentir bonita e elegante com ela. 
Tenho também uma Adidas que talvez um dia vos mostre num look mais descontraído.

Este mês, entrou para a coleção esta menina da Aldo. Vi-a em Setembro mas não senti que fazia sentido gastar aquele dinheiro, pois na verdade não me fazia assim tanta falta. Criei a "Caixinha das Almas". Punha lá os trocos, o dinheiro que eu pensava que ia gastar e afinal sobrava, o dinheiro que me davam para o gasóleo de cada vez que dava boleia a alguém. Queria que não fosse um investimento sério mas sim um extra.
E assim foi. Ainda não a estreei! Tenho imenso medo de lhe roubar a perfeição. É sofisticada, clássica e dá tudo e mais alguma coisa ao outfit, de certeza!

Vão fartar-se de vê-las por aqui. É interessante como agora até ponho as minhas amadas castanhas de parte! Mantenham-se por aí e vejam como estas meninas ficam um espanto com tudo tudo tudo!

Um beijo, 
MariaDaniela

22 de outubro de 2015

As famílias estranhas são as melhores!

Não venho falar de famílias de cores, de tecidos, de nada disso.
Hoje abro a caixinha e falo da minha família.

A minha família é assumidamente estranha. Uma árvore com imensas ramificações.
Sou fruto de um segundo casamento tanto por parte da mãe como do pai, o que faz com que exista uma complexidade fantástica. Tenho 3 irmãos que nasceram dessas anteriores relações. Três!! Deste casal, sou filha única.

Sempre pensei que devido à distância que a vida criou não sabia o que era ter irmãos na sua plenitude. 
Pensava eu "Bom, eu gosto muito dos meus irmãos, mas se calhar os irmãos normais gostam mais uns dos outros do que eu gosto dos meus". Confuso? Para mim parecia bastante simples.

A verdade é que o tempo, as vivências, as semelhanças e o amor nos foram juntando cada vez mais. 
Sendo a mais nova, penso que sou também a mais protectora. Pudesse e punha-os a todos debaixo das minhas asas. Sou uma chata. 
É comum verem-me com um ar extremamente sério a dizer "Ai de ti que precises de alguma coisa e não me peças!!!". Sei que raramente precisam. Até há pouco tempo, todos tínhamos a vida que queríamos. De repente, três de nós batemos no fundo do poço. Mas sempre perto. 
Há anos, pensei que isto não seria possível. 

O mano que é pescador ligou hoje à nossa mãe a dizer que "já tinha robalos para a Daniela levar para o Algarve". Sei que não se fica por aqui. Este, em especial, é o meu compincha. É comigo que ele tira a máscara "Está-tudo-bem" e fala sem filtros. Temo-nos apoiado brutalmente... 

Falta-nos tudo para sermos a família perfeita. Somos um caso estranho mas não queria que fosse de outra maneira. Eles são lindos demais, completamente diferentes de mim e entre si, orgulhosos, trabalhadores, simpáticos, amigos e preocupados. 
Nunca poderia pedir mais do que isto.

Um beijo,
MariaDaniela

20 de outubro de 2015

Combinações pouco prováveis

Gosto muito de observar as mudanças que se vão dando nesta coisa que é a moda e o estilo de cada um.
Se há uns anos era crime usar sapatos e carteira de cores diferentes (até a maquilhagem tinha de combinar na perfeição com o outfit, lembram-se?), hoje a liberdade permite-nos jogar com uma imensa paleta de cores, sendo praticamente tudo permitido. Pois, mas ao que parece não é tudo.

Ultimamente tenho sentido que os meus limites criativos no que toca a compor um coordenado têm sido bastante alargados. Essencialmente no que toca à conjugação de cores.
Estou um bocado cansada de teorias como:

- O branco é cor de verão (embora esta pérola já tenha alguma oposição nos últimos tempos).
- A mistura de padrões só se pode fazer se os ditos cujos tiverem as mesmas cores ou as mesmas figuras.
- O amarelo faz-nos parecer doentes no inverno.

Hoje, mostro-vos outfits mais desafiantes. Daqueles que quebram algumas barreiras e que possivelmente deixam as pessoas a comentar. 
Entendo que não gostem mas peço-vos que os tentem perceber.
Todas as peças são H&M (as excepções serão devidamente mencionadas).


Amarelo e burgundy. Muito em alta esta estação.


Branco no inverno? Sim! Sim! Sim! Bolsa Michael Kors.


Tons neutros invadidos por padrão e bordeaux.

Um look certinho mas não tanto. Riscas e padrão.


Espero que, como eu, tenham visto as possibilidades que andamos a desperdiçar. 
Um beijo,
MariaDaniela

19 de outubro de 2015

Sobre os desejos de Segunda-feira.

Ponham-me estas duas pecinhas (Mango) no armário e eu sou vossa para sempre.


Um beijo,
MariaDaniela

15 de outubro de 2015

Um upgrade de felicidade em 3 passos simples!





Os jeans da Salsa são das poucas coisas que compro online. Já conheço os meus tamanhos de trás para a frente, sou fiel à marca há 10 anos e é isso que me dá confiança para encomendar calças "às cegas".
Desta vez, as queridinhas do momento são do modelo Carrie. São push in (reduzem visualmente 1 cm aqui e ali), de cintura subida e bastante simples.
Penso que superam as Secret (que adoro de paixão) mesmo não tendo push up. Afinam a cintura, enaltecem ainda mais a silhueta e deixam um rabinho jeitoso mesmo sem o recorte "coração" na zona dos glúteos!

Não confio o meu conforto a mais nenhuma marca, pode ser teimosia mas, como já disse milhentas vezes por aqui, estas calças duram que se fartam, têm um toque super macio, e percebe-se a sua qualidade só de olhar.

Estas calças por mais básicas que sejam, são sempre diferentes de todas as outras. Ajustam-se ao nosso corpo como uma segunda pele e eu não me importo de pagar por isso.

Um beijo,
MariaDaniela

13 de outubro de 2015

Sephora nos meus lábios


Os batons Sephora são aqueles a quem recorro sempre. Quando preciso de me sentir bonita e confortável, quando preciso que o batom dure muitas horas e não me traia.
Tenho obviamente outras marcas cá por casa (Essence, Kiko, Lancôme, Rimmel, ...) mas estes são a minha zona segura.
Mostro-vos hoje 3 dos meus favoritos e uma recente aquisição.



Pois bem, os dois primeiros são aqueles que eu mais uso para sair à noite. Duram que se fartam nos lábios e têm shimmer. À noite é permitido brilhar, certo? Gosto muito. De dia costumo optar pelos mais opacos, mais secos.
Estes são da linha Lip Attitude Star. O primeiro numa cor mais rosada de fundo acastanhado e shimmer dourado (Ref: 029 1C , S06), o segundo um nude castanho luminoso também com shimmer (Ref: 127 1B, S16). O rosa está um caco, cai e volta a cair e eu vou reconstruindo o que posso. Gosto demasiado dele para simplesmente deitá-lo fora.

O fininho lá do canto é o meu castanho nude perfeito! Semi-matte mas com uma cor muito bonita que ilumina o rosto (acreditem que é possível!). Sei que fica bem no meu tom de pele e quando não posso falhar é este que sai comigo de casa. Pertence à linha regular da Sephora e é na cor 19, Maniac.



Por fim, a recente aquisição. Um rosa profundo, semi-matte que promete durar 10 horas nos nossos lábios.
É da linha Color Lip Last, tem alta cobertura, alta pigmentação e afirma-se à prova de água. 
Vai ser de certeza um dos favoritos para a estação fria! Como sou uma básica e a minha maquilhagem anda sempre em torno do mesmo (bold lips e olhos simples, iluminados e com muita máscara), tenho a certeza que esta cor que é tão a minha cara vai andar comigo dia após dia, após dia, após dia... ahah
Esta cor é a nº 21, Meet my pink.
Falta-me testar os Lip Stain e quero muito o nº 13 Marvelous Mauve mas vocês, suas malandras, não param de o esgotar!
Enfim, eu e a Sephora temos tudo para dar certo. É a minha marca de confiança. 

E vocês? Que marcas são as vossas favoritas para comprar batons? Preferem os nude ou os bold? Contem-me tudo!

Um beijo,
MariaDaniela

12 de outubro de 2015

Tinha de matar o bicho!


Já andava há tempo a precisar de soltar a franga e ir comprar algumas coisas que me fazem imensa falta.
Dentro destes saquinhos há botas de cano alto, uma carteira, uma camisola, uma camisa, um batom (parem de esgotar o nº13 dos Sephora Lip Stain, ok?!) e umas pantufas iguais ao Rodolfo! (Os óculos são Parfois)

Tratarei de ir mostrando tudo assim que tiver luz para fotografar. Ando ansiosa por vos mostrar outfits de outono com estas e outras pecinhas que por cá tenho e gosto muito.



Ainda assim, faltam-me básicos que não encontrei hoje mas vou continuar na minha busca. Preciso de uma trench coat clássica e de uns botins pretos de salto médio. Se tiverem sugestões, digam-me logo!!! :)

Uma beijoca,
MariaDaniela

9 de outubro de 2015

Mudanças!!

Estão para acontecer algumas (muitas!!) mudanças na minha vida, brevemente. Tudo coisinhas boas. 
Conhecem o simbolismo da seta? Significa que quanto mais somos "puxados" para trás, mais impulso levamos para a frente, no nosso caminho. Comigo, sempre tem funcionado assim: a queda e depois o salto.
Depois de ter afirmado que tinha deitado fora tudo o que era acessório, chegou a altura de mudar o que faltava. O que era um peso morto.

O quarto aqui no Alentejo será finalmente transformado, num futuro próximo.
Já comprei tintas e um novo cobertor para a cama (na hora de o pagar, cheguei a pensar que teria de ir num instantinho vender um rim, mas não foi preciso... por agora). Faltam umas novas cortinas e novos candeeiros. Vamos com calma.

Quantas cores serão? Duas? Três? Que verde será aquele? :)


Detalhe do cobertor. 


Quero que o quarto fique em tons neutros, calmos e quentes. Que reflita a minha personalidade, aquilo que sou e serei. Ansiosa pela transformação total!


Por outro lado, temos mais coisas a acontecer. E motivo para compras.
Prometi-vos compras este outono-inverno e tenho andado a conter-me, a poupar dinheiro e a preparar a lista de coisas que me fazem mais falta. As urgências. Acreditam que todas as minhas botas de cano alto estão uma lástima? São o primeiro item na minha wishlist  mas ainda não encontrei nenhumas de que gostasse e que custassem menos de 200€. Vou de coração aberto e expectante, pode ser que tenha sorte.
Também preciso de batons, camisolas, uns jeans novos (que não sei se virão já comigo). Veremos.
E veremos quando? Na próxima segunda-feira, o mais tardar na terça (que o tempo vai estar feio no fim de semana e não se sabe até quando dura, tenham atenção) vou ao Aqua Portimão e trago-vos novidades.
Não sei se chegarei a tempo de fotografar as comprinhas que fizer mas durante a semana haverá certamente oportunidade de vos mostrar tudo. Fiquem atentas!

(Quanto às seguintes novidades, saberão delas em tempo real, uma vez que neste momento não tenho informações para vos dar detalhes de nada. Lamento)

Um beijo,
MariaDaniela

6 de outubro de 2015

O (suposto) drama de perder peso: A Verdade.

Não vou começar este post a revoltar-me com os padrões de beleza e a quantidade absurda de dicas e coisinhas que nos impingem sobre dietas. Todo o mundo já está farto de saber.
O que tenho a dizer hoje é para aquelas pessoas que querem baixar um número na roupa, perder 4-5 kg ou tonificar o corpo.
Ficam algumas ideias.



- Esquecer as dietas manhosas de "8 kg num mês".
Não resultam. Ou não atingimos os números propostos porque desistimos de comer couve com couve todos os dias ou porque atingimos o peso que queremos mas estamos tão frustradas por não comer massa há semanas que voltamos ao mesmo num fósforo.


- Perder peso não implica comida sem sabor.
Existem imensas dietas (e dietistas/nutricionistas) que nos vendem uma nova rotina e alimentos completamente diferentes daqueles que estamos acostumados a comer. Vamos ter de mudar de vida para perder 5 kg? Nop. Devemos rever a quantidade de comida que ingerimos e equilibrar os nossos pratos, isso sim. 


- Sentir-se "saciado" e não "cheio".
Este era o meu principal erro. Por comer poucas vezes por dia, ao almoço por exemplo comia até me sentir cheia. A digestão demorava e era muito mais notória a passagem do "muito cheio" ao "muito vazio". Quando não nos atafulhamos em comida não perdemos tanta energia a seguir à refeição (conhecem aquela preguiça?).


- Beber água, de facto, ajuda!
Verdade universal. Reduz-se a retenção de líquidos (sim, vão notar a celulite bem mais disfarçada), a barriguinha perde volume, a pele ganha anos de vida, o estômago não grita fome tão facilmente. No início, pode ser um esforço beber água mas com o passar dos dias vão perceber que o vosso corpo a vai começar a pedir, aí o martírio passa a necessidade.


- O melhor petisco é a fruta.
Vejo imensas bolachas, palitinhos e outras ideias engraçadas para se petiscar entre refeições. Quando começo a ver o valor calórico de cada bolachinha, por exemplo, entendo que me "pesa" o mesmo que uma maçã bem grande. Gosto muito de fruta e não a largo quando preciso de voltar a ficar confortável no meu corpo. Sacia, dá energia, é sempre nutritiva, melhor não há. Sabiam que as maçãs são óptimas para fazer uma improvisada lavagem de dentes? Verdade!! :) 


- Não temos todos de correr a maratona.
Facto: mudar as nossas práticas no que toca a exercício físico vai alterar imediatamente o nosso corpo, a massa muscular, a postura. 
Há imensas formas de exercitar o esqueleto. Se não querem ir para o ginásio, façam caminhadas, façam exercícios em casa (a net é um mundo!), comecem a correr (ao vosso ritmo). Agora, por vermos que aquela gaja conhecida corre 30 km ao pequeno almoço não temos de querer fazer o mesmo. Respeitem o vosso corpo, não queiram lesões, avancem na intensidade dos exercícios somente quando entendem ser razoável.




Se queremos alterar alguma coisa na nossa vida, como melhorar o nosso aspeto, a iniciativa tem de partir sempre de nós. A influência exterior não pode ser a motivação. Vamos ter sempre alguém a falar mal de nós, acreditem. Sejam o melhor que podem ser, mas para vocês, por vocês!

imagens através de google.pt
Um beijo,
MariaDaniela

4 de outubro de 2015

O melhor delineado para cada tipo de olho



Ahh... Aquela coisa que mistura sentimentos em todas nós: o eyeliner!
Gostamos imenso mas faltando alguma mestria, são raras as vezes que ficamos satisfeitas com a nossa "obra de arte". 
Pois é, para além de ser necessário algum engenho (tudo se resume a uma mão firme!) devemos ter em conta o formato dos nossos olhos na hora de por mãos à obra. A maquilhagem serve para enaltecer o nosso rosto, certo? 

Então, após ter estudado um bocadinho o assunto e depois de já ter feito algumas asneiras, fiquem com os pequenos truques que aprendi.

- Olhos grandes

Este tipo de olhos pode apostar em traços grossos e rectos, bem junto às pestanas. Os delineados gráficos (que eu amo!!) são uma óptima possibilidade! Não esquecer o lápis escuro na linha de água para reduzir a área e criar profundidade.




- Olhos Pequenos ou Olhos Redondos

Para os mais pequenitos aposta-se no oposto: um traço fino e elegante rente às pestanas. Para ampliar o olhar e dar luminosidade, lápis bege na linha de água e uma boa camada de máscara de pestanas.



- Olhos Caídos

Precisam de iluminação abaixo dos olhos e seguem a regra dos olhos pequenos: um traço fino e com o puxado gatinho na ponta. (Abusem na máscara de pestanas, claro está!)
 


- Olhos Separados

Devem apostar numa linha igual em toda a extensão da pálpebra, escurecendo a parte interna dos olhos para aproximá-los mais.






- Olhos Juntos ou Olhos Fundos

Nesse caso o traço deve ser bem fininho no canto interno e engrossar da metade para fora. A iluminação deve ser feita na zona lacrimal e um pouco acima, criando pontos de luz que "afastam" os olhos.




Aos olhos amendoados tudo fica bem! Sortudas malvadas! ahah

Espero que este post mais do que um "momento wikipedia" tenha trazido uma motivação extra para dar mais atenção e caprichar no eyeliner. Faz de facto toda a diferença na maquilhagem do nosso rosto e se podermos melhorar um bocadinho a nossa imagem, fantástico!

todas as imagens em google.pt

Um beijo e bom início de semana,
MariaDaniela